Tipos de Heras e como cuidar

Tipos de Heras e como cuidar

As heras são plantas conhecidas por crescerem em praticamente qualquer lugar, seja dentro ou fora de casa, em jardins ou em terrenos baldios. Para elas, simplesmente não há tempo ruim. Por ser uma espécie que cresce de maneira acelerada, também é comum vermos cobrindo cercas e muros de quem é fã da natureza e quer trazê-la para mais perto.

Suas folhas pequenas e suas cores únicas também fazem sucesso, durando muitos anos e resistindo aos mais diferentes climas e ações naturais.

Você adora essas plantas ou quer conhecê-las melhor? Então, fique conosco e confira alguns dos principais tipos de heras, além de descobrir como manter seu cuidado em dia. Vamos começar?

 

O que são as heras?

As heras pertencem ao gênero Hedera, da família Ginseng, sendo conhecidas como belas plantas, reconhecidas por suas folhas diferentes e por suas raízes aéreas. Embora existam diversos tipos de heras, a mais conhecida é a inglesa, sendo encontrada com facilidade em todas as partes do mundo.

Mesmo começando no solo, quando as hastes desta planta finalmente atingem uma base de suporte, elas começam a subir, ficando horizontais ou “penduradas”.

 

Conheça algumas heras famosas

Abaixo, preparamos uma lista com alguns dos principais e mais famosos tipos de heras. Confira:

  1. Hera inglesa
    Como falamos anteriormente, a hera inglesa, ou Hedera helix, é a mais icônica entre as da espécie. Geralmente, a vemos crescer em muros e cercas, criando praticamente um paredão verde. Se não for podada, a hera inglesa é capaz de alcançar mais de 30 metros de altura, o que a torna uma planta poderosa e única.

    Por esse mesmo motivo, muitas vezes vemos a Hedera helix sendo mencionada como uma espécie invasora, embora essa não seja uma designação muito justa. Isso porque, você pode encontrá-la em diferentes cores e formatos, inclusive para ser utilizada na decoração de interiores.

  2. Hera argelina
    A hera argelina, também conhecida como Hedera algeriensis, é outra espécie desta planta tida como “trepadeira”. Chamada ainda de hera das Ilhas Canárias, uma de suas principais características são as folhas, que apresentam pequenos lóbulos por toda a sua extensão.

    Uma hera argelina ainda é altamente adaptável, podendo crescer em literalmente qualquer tipo de solo, seja ele arenoso, argiloso ou até mesmo ácido, além de ser extremamente resistente ao calor intenso e a chuva.

  3. Hera irlandesa
    Você pode encontrar uma hera irlandesa através do nome “hera do Atlântico”, além de seu nome botânico, Hedera hibernica, claro. Sua principal característica são as folhas brilhantes de tonalidade verde-escura e a casca de mesma cor que, conforme envelhece, torna-se desbotada.
  4. Hera japonesa
    Parthenocissus tricuspidata é o nome botânico desta planta com características únicas, vinda diretamente de países asiáticos, como o Japão, Coreia do Sul e China.

    A hera japonesa, possui três pontas maiores em formato de coração, podendo atingir cerca de 30 metros de comprimento, tanto no solo quanto na altura. Outra característica marcante, são as veias brancas que atravessam as folhas verde-escuras, que mudam para um tom amarelo após o outono, caindo na sequência.

 

Após a queda das folhas, as heras japonesas apresentam pequenas flores em formato de guarda-chuva e, quando estas também caem, surgem frutos pretos e arredondados. Por tal motivo, é comum que esse seja um dos poucos tipos de heras cultivados como planta ornamental.

 

O que você precisa saber antes de cultivar uma hera?

Para cuidar bem dos mais variados tipos de heras, é preciso conhecer alguns pontos importantes sobre elas, como:

  • Deixe-as expostas à luz solar. Isso fará com que cresçam e se desenvolvam como esperado;
  • Regue as heras semanalmente na primavera e no verão e reduza a quantidade de água no inverno e no outono;
  • Utilize um fertilizante diluído uma vez ao mês, para que a sua hera cresça mais rápido e saudável, principalmente quando o cultivo acontece em locais fechados, como casas e apartamentos;
  • Embora tolerem bem o calor e o frio, o ideal é manter as plantas longe das correntes de ar, que podem arrastá-las e arrebentá-las.

 

Gostou de conhecer mais sobre essas plantas tão populares, mas tão diferentes? Então, acesse agora mesmo nosso blog e leia mais artigos especiais como esse. Agora, se surgir alguma dúvida, basta entrar em contato conosco através do WhatsApp.



Precisa de ajuda?