fbpx

Funcionamento:

Segunda a Sábado, das 8h às 17h20
Domingos e Feriados, das 8h às 13h

  • Quero ter uma horta em casa. O que é preciso?

    19 de março de 2019

    Fazer sua horta em casa, além de ser uma opção saudável e uma forma de economizar, também é divertido e gratificante. É uma maneira de ficar mais tempo com a família ou mesmo de passar o tempo ao ar livre.

    Tudo que você precisa ter é terra e alguns vegetais. Mas para ser bem-sucedido precisa entender o que é necessário para manter seus legumes saudáveis e vigorosos. Vamos conferir algumas dicas? Muitas pessoas sonham em ter uma horta enorme, um espaço em que possam plantar tomate, alface, agrião, cebolinha, salsa, alecrim, mas é importante lembrar que uma horta demanda tempo e energia.  Tenha certeza de que consumirá tudo o que plantar. Uma vez definido o que quer plantar, é hora de definir o espaço que vai usar. Algumas pessoas pensam que precisam de um quintal enorme, isso não é verdade. Você pode ter um espaço para sua horta mesmo que more em um apartamento e tenha apenas uma pequena varanda. Só precisará de um pouco de criatividade. Você pode fazer sua horta em contêineres, vasos, embalagens recicláveis, floreiras e caixas de madeira, por exemplo. Nestes casos, não esqueça dos furos no fundo para evitar o excesso de água no solo.

    Na plantação em vasos, encha um terço do vaso com brita ou pó de brita, para a drenagem; coloque uma mistura de duas partes de terra, uma parte de composto orgânico e uma de húmus até a borda do vaso. Se você tem um quintal maior com  espaço, pode plantar direto na terra. Neste caso, revolva a terra com uma pá, deixando-a bem fofa; misture composto orgânico, deixe o canteiro 20 cm acima do terreno; marque bem os espaços (por exemplo: os pés de alface devem ficar a dois palmos um do outro; posicione as mudas de maneira intercalada; misture a semente com a areia e regue).

    As pessoas que têm hortas pequenas podem usar culturas que usam um suporte vertical. Mesmo que o espaço seja grande, algumas variedades precisam de um suporte físico, como pepinos e tomates. A cerca pode fazer essa função. Outros tipos de suporte podem ser de madeira ou metal. Não importa o material, apenas certifique-se de que esteja lá antes das plantas precisarem de seu apoio – de preferência, mesmo antes de plantar. Com alguns legumes, como tomates, você ainda terá que amarrar as plantas suavemente no suporte.

    A maioria dos vegetais precisa de pelo menos 6 a 8 horas de sol direto. Se eles não recebem luz suficiente, podem ficar suscetíveis a ataques de insetos e doenças, como tomates, batatas, berinjelas, pimentas, abóbora e milho. No entanto, nem todos os vegetais precisam de tanta luz. Alguns como alface, brócolis, couve-flor, feijão e ervilha preferem locais de sombra.

    A maioria dos vegetais não é muito tolerante à seca. Sua horta provavelmente precisará de água pelo menos duas vezes por semana. Claro, isso dependerá de quanta chuva recebe e o que você plantou. Pesquise sobre a quantidade de água que os vegetais que está cultivando necessitam. Como regra, é melhor aguar no início da manhã. Regar durante a tarde pode queimar suas plantas e à noite pode deixar os vegetais úmidos tornando-os mais propensos a doenças. De preferência regue as raízes, não as folhas. Um sistema de gotejamento ou imersão pode funcionar muito bem, ou apenas regue cuidadosamente com um regador.

    Embora vários fertilizantes e nutrientes minerais devam ser adicionados periodicamente ao jardim orgânico, de longe a substância mais útil para a construção e manutenção de um solo saudável é a matéria orgânica como adubos, compostagem, folhas secas, etc. A matéria orgânica melhora a fertilidade de todo tipo de solo. Em particular, fornece uma fonte contínua de nitrogênio e outros nutrientes que a planta precisa para crescer. Também fornece uma rica fonte de alimentos para os organismos do solo.

    Uma das maneiras mais importantes de melhorar sua horta de ano para ano é prestar muita atenção a como as plantas crescem. Anote seus sucessos e fracassos em um caderno. As notas podem ajudar a evitar os mesmos erros e garantir bons resultados em anos futuros. Por exemplo, anote os nomes de diferentes variedades de vegetais e compare-os de ano para ano, para que você saiba quais têm se desenvolvido melhor. Ao longo do tempo este tipo de observação cuidadosa e manutenção de registros irá ensinar-lhe mais sobre o cultivo de legumes do que qualquer livro. Isso porque as notas que você faz são baseadas em sua própria experiência pessoal. Como em tantas outras atividades, assim é na arte de horticultura: a prática faz a perfeição.

    Espero que esse texto tenha sido relevante pra você! Agora é hora de colocar esses conhecimentos em práticas para ter acesso a alimentos orgânicos e saudáveis porque nossa saúde merece!!