Entenda a diferença entre cactos e suculentas

Entenda a diferença entre cactos e suculentas

Apesar de ser um dos tipos de plantas mais queridas dos amantes da jardinagem, muita gente não sabe, mas cactos e suculentas não são a mesma coisa.

A verdade é que todo cacto é uma suculenta, no entanto nem toda suculenta é um cacto.

Inicialmente, pode parecer confuso, mas, depois desse post você vai entender tudo sobre a diferença entre cactos e suculentas e saber exatamente como distinguir um do outro.

Confira.

Cactos são suculentas, ainda assim nem toda suculenta é um cacto

Na biologia, assim como os animais, as plantas também são divididas em categorias e subcategorias, a partir da seguinte ordem: reino, filo, classe, ordem, família, gênero e espécie.

As plantas que conhecemos como suculentas não possuem uma classe específica, mas fazem parte de um grupo biológico que se divide em famílias, gêneros e espécies.

Atualmente, já foram catalogadas cerca de sessenta famílias e vinte duas mil espécies diferentes espalhadas por todo o mundo, como, por exemplo, a aloe vera, a famosa babosa.

Os cactos, por sua vez, representam uma dentre essa grande quantidade de famílias das suculentas, tendo mais de duas mil espécies diferentes.

Por esse motivo é que podemos afirmar que, todo cacto é uma suculenta, mas nem toda suculenta é um cacto.

O que são suculentas

As suculentas são plantas originárias de regiões áridas da África e da América, e, por isso, possuem entre suas principais características, os requisitos básicos para sobreviver ao clima seco e às temperaturas altas dessas regiões: armazenam água em suas raízes, caules, troncos e folhas, sobrevivendo bem à falta de água, de luz, e ao calor em excesso.

Além disso, desenvolveram adaptações especiais para evitar a perda de água, como pelos, espinhos e a produção de cera.

Como saber se uma suculenta é também um cacto

Cactos são plantas carnudas que armazenam água. Não possuem folhas ou galhos, seu formato pode variar entre alto e fino, ou curto e redondo e, algumas de suas espécies, quando adultas, podem produzir flores, o que ocorre uma vez por ano, sempre na mesma época.

A estrutura dos cactos é moldada especialmente para impedir que a planta perca o mínimo de água possível, com pele bem espessa e revestida. A maioria das espécies possui espinhos agudos e longos e, algumas, podem ainda contar com pelos em sua estrutura, que servem de proteção contra animais e impedem a circulação de ar pelo que chamamos de pele da planta, evitando, assim, a perda de água.

Muitas pessoas acreditam que, tais espinhos, são o meio para diferenciar os cactos das outras espécies de suculentas, porém alguns tipos de suculentas também podem apresentá-los, mesmo que não sejam cactos.

Sendo assim, a única forma de diferenciar os cactos das demais famílias de suculentas são suas aréolas.

As aréolas são estruturas formadas por pequenos círculos salientes de onde nascem rebentos, espinhos e flores, e somente os cactos as possuem. Dessa forma, sem aréolas, uma suculenta não pode ser considerada um cacto.

Ainda que haja diferenças entre cactos e suculentas, ambos são excelentes tipos de plantas para o cultivo doméstico, principalmente, pelo fato de exigirem poucos cuidados e atenção.

O Jardim Park possui o maior estoque de plantas da região dos lagos e, com mais de 30 anos de experiência, somos a empresa certa para te oferecer as melhores espécies de plantas para o seu jardim. Venha nos visitar ou entre em contato por meio do WhatsApp.



Precisa de ajuda?