Dicas de cuidados com as Bromélias

Dicas de cuidados com as Bromélias

Você sabia que as plantas são recomendadas como uma espécie de remédio antiestresse? Isso mesmo, cuidar daquela sua Bromélia pode ser uma forma de relaxamento natural. E o melhor é que você não precisa ser um expert em plantas para tomar conta de uma Bromélia, já que ela é relativamente fácil de cuidar e se adapta a quase qualquer ambiente. Conheça, a seguir, algumas formas de tratar dessa planta.

 

Solo, umidade e temperatura

Por ser uma planta que possui uma variedade de mais de três mil espécies, alguns cuidados podem variar um pouco, dependendo do tipo da planta. Porém, todas as espécies requerem algumas atenções comuns. Um desses cuidados está relacionado ao solo.

A Bromélia prefere um solo fofo e rico de substâncias orgânicas, por isso é recomendado adicionar no substrato a fibra de coco ou as cascas de pinus. Claro, isso se você plantar em algum vaso. Aliás, prefira vasos de barro ou cerâmica, capazes de lidar com a expansão das raízes e de manter a umidade. Em caso de você plantar no solo do jardim, esteja atento para o ph, que deve ser próximo ao neutro, e a luminosidade do local.

Quanto à temperatura, por serem plantas tropicais, a grande maioria das Bromélias gosta do calor e da luminosidade do sol, podendo algumas delas até ser plantada diretamente sob os seus raios. Porém, isso influencia diretamente na quantidade de umidade que a planta vai necessitar. Em caso de sol direto, até as folhas da planta devem ser borrifadas, quando, em geral, a umidade deve ser colocada na área ao redor da base da Bromélia, nunca diretamente em sua base.

 

Floração e pragas

A floração da Bromélia acontece apenas uma vez em sua vida e se dá quando ela atinge a maturidade, o que depende de cada espécie. Em seguida, a planta “morre” para dar vida a um brote lateral que formará uma nova plantinha, em um ciclo.

Por ser uma planta resistente às pragas, a Bromélia não é comumente atacada, mas, caso aconteça, é importante evitar pesticidas e fungicidas, investindo em soluções mais naturais. Nesse sentido, use o fumo diluído na água para afugentar os pulgões e a mistura de água e sabão de coco contra os fungos.

 

Outros cuidados

  • Quanto mais escuras forem as folhas da Bromélia, maior é a necessidade de luminosidade. Mas, caso você perceba que a planta está em um local que não atende essas necessidades, faça a mudança aos poucos, sem expô-la logo ao sol “de rachar”.
  • As Bromélias não repõem as folhas que você podar “esteticamente”, por isso o ideal é retirar apenas as folhas secas e evitar que as suas bases fiquem encostadas na terra.
  • Em caso de Bromélias aéreas, que crescem fixadas a outras plantas, observe se a planta principal está fornecendo todas as necessidades da Bromélia.
  • Para estimular o crescimento e a floração de sua Bromélia use o adubo foliar ou do tipo NPK 4-14-8, a cada 15 dias.
  • Quando a temperatura for muito alta e você sentir a necessidade de borrifar as folhas de sua Bromélia, faça isso no início da manhã ou após o por do sol, para evitar queimaduras.

 

Quer saber mais sobre a Bromélia ou outras plantas? Leia no blog do Jardim Park, o negócio com o maior estoque de plantas, vasos e acessórios de toda a Região dos Lagos (RJ). Caso ainda tenha ficado com dúvidas, entre em contato pelo nosso WhatsApp.



Precisa de ajuda?