Cuidados para se ter na criação de um cacto

Cuidados para se ter na criação de um cacto

Seja como artigo de decoração ou como alternativa para criar um ambiente mais verde, os cactos ganharam espaço nas casas e escritórios, sobretudo, graças à ideia de que o seu cultivo é mais simples quando comparado a de outras plantas.

De fato, o cacto é facilmente adaptável e precisa do mínimo de água para sobreviver. No entanto, isso não quer dizer que ele pode ser esquecido pelos seus cuidadores. Sendo assim, se você está pensando em adquirir um cacto, fique atento às recomendações a seguir:

Cuidados para plantar

Para plantar um cacto você precisa adquirir suas sementes ou mudas que podem ser encontradas em floriculturas, supermercados, casas de jardinagem, feiras do ramo etc.

Se for plantar em um vaso, é importante que você saiba que a planta ficará limitada ao tamanho do recipiente. Conforme for se desenvolvendo, você pode trocá-la de vaso até que seu crescimento seja concluído.

Por se tratar de uma planta acostumada com climas extremamente secos e quentes, os grandes agricultores a cultivam em estufas modernas, que mantém as temperaturas elevadas e aceleram o seu desenvolvimento.

Mas se você é um simples admirador, pode improvisar e obter o mesmo resultado com o auxílio de garrafas PET.

Após plantar a muda ou semente em um vaso com terra, regue o cacto e encaixe uma garrafa PET com o fundo removido.

Cuidados para regar

Como mencionado, os cactos precisam de uma quantidade extremamente pequena de água. Isso porque são provenientes de regiões áridas e têm como uma de suas principais características a capacidade de armazenar líquidos de forma muito eficiente.

Dessa forma, você precisa regar o seu cacto apenas uma vez por semana no verão. Já no inverno, essa frequência pode diminuir para uma vez a cada três ou quatro semanas.

Colocar muita água, ou regá-la em uma frequência maior do que o recomendado pode acabar matando a plantinha. Em regiões muito úmidas, o ideal é plantar o cacto em um vaso de cerâmica que ajuda a manter a umidade distante de sua raiz.

Cuidados com a iluminação

No geral, cactos gostam de luz. Contudo é possível tê-los em ambientes fechados desde que recebam um pouco de iluminação. Além disso, há espécies de cactos de floresta que não demandam tanta luz natural, sendo os mais indicados nesses casos.

Cuidados com o adubo

Para crescer forte e saudável, o seu cacto pode precisar da ajuda extra de adubos. Mensalmente você pode aplicar cascas de frutas sobre a terra, que servem como adubo natural. Contudo, se você prefere produtos específicos para esse tipo de planta, procure uma loja especializada.

Cuidados com pragas

A deficiência de nutrientes, a falta de luminosidade e também regar mais ou menos que o necessário são condições que podem provocar o aparecimento de pragas como ácaros e cochonilhas.

Esse problema pode deixar o cacto doente e até levá-lo à morte. Portanto, é essencial se manter atento e começar o tratamento ao identificar os sinais.

Para tratar sua plantinha, coloque-a em um lugar com iluminação solar e retire a praga com um cotonete umedecido em óleo de Neem. Você também pode diluir uma tampa desse óleo em um litro de água e borrifar em todo o cacto.

Se você ficou com alguma dúvida sobre os cuidados na criação de um cacto, entre em contato conosco pelo WhatsApp.



Precisa de ajuda?