6 suculentas que não podem faltar na sua coleção

6 suculentas que não podem faltar na sua coleção

É muito difícil encontrar alguém que não goste de plantas, mas se apaixonar por suculentas é um caminho sem volta. Caso você também acredite em amor à primeira fotossíntese, conheça as 6 suculentas que não podem faltar na sua coleção.

Existem cerca de 22.00 espécies de suculentas em todo mundo. Não dá para julgar alguém que tenha vontade de cultivar todas, porque é um desejo difícil de resistir. Entretanto, para a maioria dos mortais, esse sonho é uma utopia.

Mas, se o problema é falta de tempo e de espaço, isso já não é mais desculpa. As suculentas conseguem sobreviver sem água por longos intervalos e algumas espécies são bem pequenas.

As suculentas passam uma reflexão importante: ser pequeno não é sinônimo de fragilidade. Elas têm um aspecto delicado e até dá vontade de cuidar o tempo todo, mas o excesso não vai gerar bons resultados.

Essas plantas, como a maioria de nós, amam o sol. Por isso, mantenha a suculenta perto das janelas ou em áreas externas e muito cuidado com a umidade. Jamais encharque na hora de regar.

Conheça 6 suculentas que não podem faltar na sua coleção.

1. Adromischus

Essa espécie é muito conhecida. Ela se caracteriza pelo comprimento curto do caule e pelas folhas gordinhas, em formato triangular. Elas podem ter folhas pontudas ou arredondadas.

Essa planta é da mesma família das Crassulaceaes, juntamente com cerca de 40 outras espécies. Elas são originárias do Sul do continente africano e podem ser cultivadas em pequenos vasos.

2. Echeveria Secunda

Essa é uma espécie de suculenta que é um verdadeiro espetáculo para os olhos. Na verdade, as Echeverias são tão belas que fica difícil escolher qual espécie ter em casa.

A Echeveria pode ter espécies de diferentes colorações e formas, mesmo sendo da mesma família. Contudo, o tom azulado da Echeveria Secunda é simplesmente inconfundível.

3. Gasteria

A Gasteria é mais uma para o time das suculentas que não podem faltar na sua coleção. Seu formato lembra uma língua arredondada e as suas folhas são bastante carnudas.

É muito comum apresentar pequenas manchas nas folhas. As manchinhas são distribuídas ao longo de toda a planta e podem ser brancas ou rosadas. Essa é uma espécie nativa do continente africano.

4. Orelha de Shrek

Esse nome reflete o efeito visual dessa espécie de suculenta. Ela lembra muito as orelhas do ogro queridinho das telinhas. Seu cultivo é indicado em locais de meia sombra.

Por não necessitar de sol intenso, a Orelha de Shrek é ideal para decorar ambientes internos, podendo ser cultivada até mesmo em apartamentos e escritórios.

5. Orostachys Iwarenge

Um pequeno mimo de aproximadamente 2,5 centímetros de diâmetros. É justamente a delicadeza dessa planta sua característica mais marcante dessa plantinha que adora sol.

Ela demora um pouco mais de tempo para se desenvolver no inverno, mas cresce bastante durante o verão. Ela pode ser cultivada em ambientes fechados, pois se adequa bem à meia sombra.

6. Classula Templo de Buddha

Grupos de folhas vão surgindo e se amontoando sobre os outros, formando uma pequena torre. Olhando do topo para baixo, uma figura estrelada rouba toda a cena.

E não para por aí. A plantinha ainda produz uma surpreendente flor em forma de esfera, que pode ser branca, laranja ou vermelha e se firma no topo da suculenta.

Mais dicas sobre suculentas? Entre em contato com nossos especialistas.



Precisa de ajuda?