3 espécies raras de cactos que você precisa ter na sua coleção

3 espécies raras de cactos que você precisa ter na sua coleção

Os cactos são aquelas plantas espinhosas, bem resistentes, que adoram um clima seco, bastante sol e precisam de pouca água. Essas características e a imensa variedade de espécies fazem dos cactos uma ótima opção para o jardim e até mesmo para a decoração.

São mais de 2 mil espécies diferentes conhecidas, de todos os formatos, tamanhos e algumas dão até flores e frutos. Por esse motivo, dá mais trabalho escolher entre tamanha diversidade do que o próprio cultivo do cacto. Isso porque ele não exige muitos cuidados, já que se adapta a solos mais pobres e secos e não precisa de muita água, apenas de boas condições de luminosidade.

Conheça um pouco mais sobre essa planta versátil e algumas espécies raras para você inovar na sua coleção.

 

Cacto bola

Echinocactus grusonii é o nome científico dessa espécie de cacto, conhecida também como barril dourado ou cadeira de sogra. O cacto bola é originário do México, apresenta um formato de globo cheio de espinhos dourados e pode crescer, em média, até 30 centímetros.

Essa espécie tem algumas características peculiares. Ele tem flores amareladas na parte de cima, mas no verão elas ficam rosas, bem vistosas, o que dá um grande destaque para essa planta como parte de decoração em jardins ou vasos isolados. Outro diferencial do cacto bola é que ele prefere um solo permeável e rico em nutrientes.

 

Almofada de alfinetes

De formato redondo e repleto de espinhos, fica fácil saber porque a Mammillaria recebe esse nome popular. Essa espécie pode ser plantada em pequenos vasos, justamente porque cresce pouco, até 10 centímetros de altura.

A almofada de alfinetes também tem flores, que variam nas cores rosa, vermelho, roxo e amarelo. Esse é um cacto tradicional quanto ao cultivo, precisa de muita luz solar, pouca água e um solo arenoso e seco.

 

Cacto cory e cacto botão

Essa espécie encontrada apenas em regiões do México e Estados Unidos é tão rara que está até ameaçada de extinção. Esse cacto é muito delicado, tem formato cilíndrico e espinhos brancos.

O cacto cory chega a medir, no máximo, 10 centímetros e pode soltar flores muito bonitas no topo, de cor rosa ou roxa, que podem medir até 7 centímetros. Se você conseguir encontrá-lo, ele pode ser ótimo para decoração, já que pode ser plantado até mesmo dentro de uma xícara.

Uma dica para preservar o cacto cory é não deixar que ele receba luz do sol o tempo todo, pois ele é mais delicado e o calor intenso pode queimar suas flores. Em dias quentes, ele só precisa ser regado uma vez por semana, já em temperaturas mais baixas diminua essa frequência para uma vez por mês.

O cacto botão tem o formato daquele cacto tradicional que todo mundo conhece, mas seu grande diferencial é que ele produz um fruto comestível. Ele vai chamar bastante a atenção para o seu jardim por conta das flores e frutos avermelhados.

 

Se você gostou dessas espécies raras e quer saber mais sobre cactos, leia outros artigos do nosso blog. Se preferir, entre em contato conosco pelo WhatsApp.



Precisa de ajuda?